30 de nov de 2010

Outrora

Cresço
E a dor do crescimento
Expande-se além dos ossos
Floresço
Coragem e Medo
Lucidez e Espanto
No peito
um coração bate calmo
descompassado pela mundança de ritmo
-de outrora
Na alma
uma senhora
espantada
por não saber mais da donzela
-de outrora
Na íris
serenidade inquieta
órfã do anseio
-de outrora
Do alto do meu trono de rainha
ergo os olhos vislumbrando a torre
prisão da princesa
-de outrora
Cresço
Liberta e alada
Hei de alcançar-me por inteiro
-Fabiane Ponte-

9 comentários:

Anderson Meireles disse...

Belo poema...
As vezes passo por aqui e fico relendo seus textos...
Por que você não faz postagens com mais frequência???
É que faz falta,
abraço!

Ana Ferreira disse...

Você escreve lindamente.
Seus poemas têm títulos que chamam a atenção e que, por fim, ao lê-los, embriagam-nos por inteiro.
Adorei este texto, sinto a vida da senhora passar ao fazer a leitura.

Lu Maria disse...

Parece que também me encontro em rumos e instantes de outrora em conjuntura atual... e dói despedir-se e dói a metamorfose...
Belíssimo poema!

Axé.
Lu Maria

Anônimo disse...

Blog sem e-mail torna a todo que seja estranho em mais estranho

Tod(as) palavras disse...

crescer, sempre um verbo a ser conjugado. belo poema. meu abraço e desej ode felicidade.

João Bosco Maia disse...

Vagando nessas tantas ruas virtuais, encontrei tua porta de amante das Letras aberta - e entrei. Devo anunciar-me como um desses que diz "Oi, de casa! Trago aqui em minhas mãos a chave para dias melhores: escrevo e vendo livros!". Assim, venho te convidar para visitar o meu blog e conhecer as sinopses de meus romances, a forma de adquiri-los e, posteriormente, discuti-los. Três deles estão disponíveis inclusive para serem baixados “de grátis”, em formato PDF.
Um grande abraço literário,

João Bosco Maia

Malu disse...

Analua, passando para prestigiar seu espaço.
Crescer é mais uma das fases que temos que passar e cada fase do crescimento nos ensina grandes lições.
Eis aí a magia da VIDA!!!
Lindo seu poema.
Abraços

Bill Falcão disse...

E tudo apesar das dores do crescimento. Uma beleza, como sempre acontece aqui! Bjoo!!

José María Souza Costa disse...

CONVITE

Primeiro, eu vim ler o seu blogue.
Agora, estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles. O meu blogue, é muito simples. Mas, leve e dinamico. Palpitamos sobre quase tudo, diversificamos as idéias. mas, o que vale mesmo, é a amizade que fizermos.
Estarei grato, esperando VOCÊ, lá.
Abraços do
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com