3 de dez de 2007

Do despeito

"Why do we crucify myself?" - Tori Amos


Me pregaste nesta cruz

com pregos do teu desprezo

Mas com teu odioso feito

Me puseste bem alto,

onde jamais pensei chegar.

Do alto da minha dor

Concedo-te meu mais singelo desprezo

Pois do alto enxergo-te como és: pequeno e ínfimo

Concedo-te também

O meu mais profundo perdão

pois não sabes o que fazes

E nem é digno do sangue que por ti é derramado

por nenhuma gota sequer.

Engana-te se pensas que me matas...

Eu já morri outras mil vezes

E mil vezes ressuscitei!


-Fabiane Ponte-


25 comentários:

Bill disse...

Caraca!!! Que categoria, hein? Vai escrever bem assim lá em casa!!!!!!
Grande bjooooooooooooo!!!!!!!

Ana D disse...

Um perfeito recado poético pra quem julga que pode enfraquecer alguém num suposto ato de humilhação...A figura é g´tica e perfeita...Me lembrou Inquisição e perseguição às bruxas rs...

Natália Nunes disse...

Nossa!
Texto fortíssimo!!

Ressurretas, amen.

Giovana disse...

Menina, como você escreve bem... faz um livro, faz!!!
A maneira como você encerra o texto é sempre apoteótica.
Amo!!!
Bjão linda!

Gerlane disse...

Surpreendeu-me, Ana!

Forte do início ao fim! Coisa rara!

Parabéns pelo poema!

Abraços,

Gerlane

Betty Branco Martins disse...

OLá Analua





__________vim conhecer







este teu_____"espaço"




que convida a ficar-estar e







_______________voltar:))





se não te importares voltarei:))





beijO

SAM disse...

Verdades em versos, AnaLua. Texto forte para um forte sentimento. Melhor pago não há para aqueles que são pequenos e ínfimos nos sentimentos e ações.

Beijos, querida!

Kika disse...

Tocante!

O Profeta disse...

Um profunda espiritualidade...texto esmagador...


Pelo caminho da minha lembrança
Semeei o vago na tua procura
No tear da incontrolável vontade
Teci-te um manto da…seda mais pura…


Boa semana


Mágico beijo

Bill disse...

Belas palavras e belíssimo blog tens aqui (=

Gostei muito.

Bill disse...

Florbela é algo fora da realidade até nos dias de hoje, tem um perfume nas palavras.

Quanto ao link, claro será um honra.

Beijo e boa noite.

(=

kakauzinha disse...

"Eu já morri outras mil vezes
E mil vezes ressuscitei!"

Tal como Cristo, todos nós "morremos" e "ressuscitamos" a cada dia, com coragem e determinação.

Maravilha de palavras as tuas, um mar de Verdade.

Beijinhos de chocolate, sorrisos de Sol ****:))))

Alan aleluiah abrahadabra cordeiro disse...

Declaradamente apaixonado!!!! Pensei assim - vou escrever agora... e aí a surpresa ví que já tinham 12 conversas e quando ví mesmo eram mais belas ainda... que alegria pois a porrada foi forte... traz uma vida que só faz nos humano...eithca...viajei também...ahahahahha beijão!!! Com a devida permissão poética...sei lá pode ser....muito bom...Parabéns mais e mais....

SAM disse...

Fabiane, venha ao meu cantinho...quero apresentar-lhe a minha caçula. Ficarei feliz! Bjs

Oliver Pickwick disse...

"Me pregaste nesta cruz/com pregos do teu desprezo..."
Ei, garota féerica, não costuma deixar as emoções mais fortes pra o grand finale, não é?
Texto intenso, gostei muito!
Lembranças à galera de Westwick!
Um beijo, e tenha a melhor das semanas!

Luis F disse...

Lindo poema numa profundidade sem limites

Parabens

Poemas e Cotidiano disse...

Fabianne,
Que BELISSIMA poesia... ate me arrepiou a intensidade dela. Muito linda mesmo!
Seu Blog eh muito bonito! Vim do Blog da Betty onde a vi...
Um beijo e vou coloca-la nos meus favoritos para visita-la sempre!
Mary

Poemas e Cotidiano disse...

PS: Gostei da descricao da sua pessoa: "Me dou e nao aceito devolucao".. bonito e forte. Assim deveria ser. Na verdade eh. Porque quando nos damos, e nos devolvem, ja nao somos os mesmos. Entao nao podemos aceitar mesmo!
Beijos

SAM disse...

Aqui está o blog da Maki

http://olhoshumanos.blogspot.com/
Totus Floreo

Grata pela visita, querida!

Ótimo fim de semana.

Beijos

Poemas e Cotidiano disse...

Ana Lua (gosto desse nome).
Saiba que eu tenho um principio desde que tenho um Blog: somente comento e assino os Blogs que eu gosto, e que me dizem alguma coisa.
O seu, realmente me encantou. Acabei de linkar o seu no meu Blog, e a visitarei sempre. Estava lendo as suas outras poesias, menina, voce escreve bem demais!
Um beijo carinhoso
MARY

Zé Carlos disse...

Olá Fabiane... me deram a dica de um blog lindo e vim te conhecer... antes de comentar fui linká-la ao meus dois blogs...
Vc escreve lindamente menina... seu blog é muito bem elaborado e vc deve ser uma criatura doce...
Apareça para um cafezinho na minha Casa...
Bjs do ZC

Bill disse...

Passando para desejar uma ótima semana (=

:*

Alma de Poesia disse...

Nossa! Lindo esse poema.
Você escreve muito bem viu.
Parabéns, Poetisa! Beijinhos meus e uma ótima semana pra você

pêsnavida disse...

Cada vez que leio vejo uma dimensão diferente do ser... caminhos que caminhamos... No tocante aqui hoje ví este o caminho que a mulher trilha... o homem passa longe de saber o que é isso... Há de ter muita sensibilidade e um feminino em si... Ave Marias e Pai Nossos nestas passagens... e uma força e entrega ao Amor!!! Amor a Vida!!! Always!!! Já estava com saudade de escrever... aqui é como Paraty, Búzios, Paraísos...Boas Energias Sempre!!! Beijão!!! ;)

­­Misael Roberto disse...

Passei pelo seu blog e me deparei com belas poesias, também tenho um blog, você será muito bem vinda por lá.