21 de nov de 2007

Afrodite

Sou amante e amada
De muitos e únicos amores,
Profundos e eternos
No tempo em que duram.

Sou deusa da Lua Cheia
Plena e Madura
Dos homens mãe e amante.

Alquímica
Pois me faço Donzela e Devassa
Para o meu amado.
Meus amores são carnais e etéreos.

Não procuro, deixo-me ser encontrada.

Marginalizada
Queimada em cada bruxa
Apedrejada em cada pecadora
Apontada em cada mulher que se permite
Invejada em cada bela que assume sua fera.

Se ficas comigo, meu bem
Não é por conquista ou posse
O que te prende a mim
É a Liberdade
De ser e apenas estar.


-Fabiane Ponte-
"Não fuja do seu mito... ele te alcança, pois está no teu coração.Somos como avatares, personificando arquétipos no teatro da nossa existência"

13 comentários:

Clarissa Barth disse...

Adorei... lindo! E esta imagem de Afrodite nascendo na concha, é a minha preferida.
"She's a girl
Rising from a shell
Running to spring
It is her time..."(ribbons undone, Tori Amos)

Giovana disse...

Lindo, lindo, lindo.
Grande verdade essa, de ficar por liberdade e não por conquista ou posse...
Bjo amore!

Kika disse...

Sem palavras Analua.

Vc descreve a alma feminina como ninguém!

Parabéns!!!

Lívia Russo disse...

"Não procuro, deixo-me ser encontrada."

perfeito!!
e que o maloqueiro te encontre logo!!

donzela e devassa de si mesma!!
lindo lindo..lindas palavras que admiro cada vez mais!!
:*
:*
:*

Ana D disse...

Tenho impressão que ja vim aqui e comentei rs...Senão , devo ter sonhadao kkkkkkkk Enfim, reli e senti a mesma emoção boa..Palavras belamente combinadas surtem um efeito emocional na gente rs...Foi vc qu eme perguntou se moro em Curitiba ? ( to meio distraida hen ? hahaha)... Sim, moro em Curitiba, no bairro Boa Vista :)

kakauzinha disse...

Ficar por vontade, por desejo, por amor, livremente, aceitando exactamente quem somos, é assim que tem de ser.

Beijinhos*********

SAM disse...

Lindo! Minha querida, sua sensibilidade de expor e transcrever em versos a essência feminina encanta!


Um ótimo fim de semana!


Beijos com carinho.

Mónica Pestana disse...

Olá,

estou conhecendo o seu blog através de um comentário que fez no blog do Profeta. Gostei! ;)

Gosto muito dessa pintura e faz-me pensar de que há uma separação entre o mundo da terra e o mundo da água. É lindo!

Desejo um começo de semana fantástico! ;)

Bill disse...

Tua lua tá cada vez mais cheia e nova, menina! Gostei, de cara, da imagem. Tenho uma reprodução imensa desse quadro no meu quarto, adoro!
E tem um singelo presente pra ti, lá na redação!
Bjuuusss!!!

Vieira Calado disse...

A personificação de Vénus, a deusa do amor?
Gostei.
Cumprimentos.

O Profeta disse...

É fantástica a forma como encaras a entrega...imensa és! Será que já aguém conseguiu entrar dentro de ti e ver o ser maravilhoso que és?


Boa semana


Mágico beijo

pêsnavida disse...

Amo o Amor!!! Afrodite em mim...

Anônimo disse...

O festival iónico em Delos

Mas é em Delos, ó Fabi, que mais deleitas o teu espírito.
É aí que se reúnem os Iónicos de túnicas a arrastar,
com seus filhos e suas castas esposas.
Pensando em ti é que se deleitam no pugilato, na dança
e no canto, quando organizam competições.
Diria que não hão-de conhecer nunca a velhice nem a morte
quem encontrasse os Iónicos, quando estão reunidos.
Veria a graça de todos, encantaria o seu espírito,
olhando para os homens de bela cintura,
para as naus velozes e para os seus muitos haveres.

...hino a Apolo...Sibila de Delfos...