5 de mai de 2008

Quase



És ainda o meu norte

quando deliro de febre

Mas meu mal dura pouco

E rumo em direção oposta.




No caminho de volta

Duas sombras me acompanham




Uma velha louca

chamada Razão

que me grita somente uma resposta: SIM




Uma moça muda

chamada Paixão

que com olhares e gestos

só me responde que NÃO



-Fabiane Ponte-

11 comentários:

Anônimo disse...

~"o poeta lê nos astros o caminho que nos aponta o dedo do Senhor"


Alfred de Vigny

Anônimo disse...

O canto do Aedo -Odisseia

"No meio cantava o ilustre aedo, e eles, em silêncio,
escutavam sentados.Cantava o regresso funesto
dos Aqueus, que, de Tróia, lhes outorgara Pala Atenas.
Do andar de cima, ouviu o canto inspirado
a filha de Ícaro, a sensata Penélope.
Desceu pela alta escadaria do seu palácio,
porém não sózinha:seguiam-na duas aias suas.
Quando a mais divina das mulheres se acercou
dos pretendentes, deteve-se junto ao pilar do tecto bem construido,
com os véus brilhantes sobre as faces."...para ti...Sibila de Delfos...chat noir avec...

Oliver Pickwick disse...

Equilíbrio ao alcance somente daqueles capazes de compreender os elementais; ouvir e conversar com as estrelas; e entender a mensagem cifrada do amor.
Um beijo!

Bill disse...

E, no caminho de volta, a poeta ouve o sim, ouve o não...Alma de poeta!
Bjoooooooooosssssssss!!!!!!!!

Leo disse...

Muito bacana esse blogo, voltarei aqui mais vezes!
Gostei muito do poema "Desencantado", revelando liberdades mais sensatas e também desse "Quase" realizado desejo...

Inté!

Janaina Staciarini disse...

Ai, essa moça muda chamada Paixão que grita, grita...
Eu poderia ter escrito isso, sabia? Adorei. É tão vívido.
Beijos. Lindo, lindo.

Estava Perdida no Mar disse...

A paixão que grita que não? Que estranho. Paixão dificilmente diz não...a chata da razão é que aparece para estragar tudo.
Beijos, minha poetisa querida.

Alexandre Gil disse...

há um terceiro elemento que não mencionaste. Algo maior, que eu como católico chamo de: GRAÇA; graça porque é de graça que alguém que chamo de DEUS agrega a vários momentos no decorrer da vida, e esta GRAÇA é que muda tudo para quem tem uma vida de oração. Deves considerar este elemento.... as pessoas que vivem a era de aquário ou nova era como preferir chamam isso de acaso, ... mas neste caso, o ACASO, se desmancha no AR, no caso da GRAÇA permanece.

bjo.
ps: tenho certeza que atrás de todo este talento e inconformismo de seus textos, há alguém que tem sede de missão com pessoas e que só a familia nao completa todo o amor q vc tem a oferecer. Quem sabe a africa? ou o Amazonas?

obs: a propósito leia na biblia Romanos 8, 28.

Rev. Robinson disse...

Que muito bizarro.

Escrevi um texto hoje sobre uma Ana que voava. Busquei no Google por uma imagem "Mulher Lua" e caí aqui.

Dá uma lidinha lá!

http://puym.blogspot.com

Rev. Robinson disse...

Ha! Fica a vontade pra publicar! Aliás, qq texto do meu blog!

Bjos!

Clarissa Barth disse...

Gostei muito... me deixou pensativa! Adoro estas tuas poesias intrigantes. Beijo!